Frutas cítricas são mesmo proibidas para cães?

Em uma busca rápida pela internet, você facilmente encontrará em sites e blogs diversas listas com alimentos que seu pet pode ou não comer. Muitas dessas fontes afirmam que cães não podem comer frutas cítricas, tais como tangerina, laranja e limão, enquanto outras informam não haver problemas. Em meio a informações contraditórias, o tutor pode ficar perdido sobre quais indicações seguir.

Frutas cítricas são mesmo proibidas para cães?

Afinal, cães podem comer frutas cítricas? SIM! Não há nenhum problema na ingestão desses alimentos pelos cães, porém algumas ressalvas devem ser feitas. Apesar de não serem tóxicos, ou seja, não serem capazes de provocar um quadro clínico agudo que leve o pet à morte, isso não significa que as frutas cítricas são uma boa opção para qualquer situação.

Laranjas e tangerinas são ricas em frutose, um tipo de açúcar, portanto podem ser prejudiciais quando fornecidas sem controle, principalmente se o cão estiver acima do peso ou for diabético. Além disso, outros alimentos, como o limão, possuem alta acidez e, em excesso, podem causar algum desconforto ou lesão estomacal.

Vale ressaltar que, independentemente do alimento, a casca e a semente devem ser removidas, pois podem conter alguma substância tóxica. Os sucos de frutas cítricas também não oferecem risco aos animais, mas podem apresentar quantidade excessiva de açúcar.

Caso a preocupação do tutor seja oferecer esse tipo de fruta para aumentar a ingestão de vitamina C, não há com que se preocupar! Diferentemente dos seres humanos, o organismo dos cães é capaz de produzir sozinho esse nutriente, assim, não precisa ser ingerido via dieta alimentar.

Junte-se a discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top