Alimentos úmidos possuem mais conservantes que os secos?

Entre tantos mitos sobre os alimentos para cães e gatos, um dos mais recorrentes é o de que os alimentos úmidos possuem mais conservantes que os secos. Isso não é verdade, e ao longo deste texto vamos entender um pouco mais sobre esse tipo de alimento.

Os alimentos úmidos são, em sua maioria, alimentos completos e balanceados, com alto teor de água – cerca de 74% a 84% –, o que lhes confere baixa densidade energética (poucas calorias por grama de alimento ingerido). Portanto, os animais de estimação podem ser manejados exclusivamente com esse tipo de alimentação, desde que consumam a quantidade em gramas suficiente para suprir sua necessidade energética diária.

Alguns fabricantes oferecem linhas de petiscos úmidos, chamados também de “alimento específico”, para cães e gatos. Dessa forma, é crucial a leitura do rótulo para saber diferenciar os que são alimentos completos e os que são recomendados apenas como petiscos. Se no rótulo for observada a expressão “alimento completo”, o produto pode ser fornecido como única fonte de alimento. No entanto, se tiver escrito “alimento específico”, o mesmo deve ser oferecido apenas como pequena parte da ingestão energética diária do animal.

Alimentos úmidos possuem mais conservantes que os secos?

Os alimentos úmidos são formulados com ingredientes à base de carnes, vísceras, farinhas (trigo, soja), amido de milho, gelatinas, espessantes, vitaminas e minerais e não possuem adição de conservantes. São produzidos por processo físico de autoclavagem, que elimina todos os microrganismos e, assim, garante o processo de conservação enquanto estiverem fechados. Depois de abertos, devem ser mantidos na geladeira e consumidos em um curto período de tempo.

É importante ressaltar que o alimento úmido, além de ser fonte de proteína e gordura, é muito saboroso e pode, inclusive, ser utilizado como palatabilizante, incentivando a ingestão de outros alimentos pelo animal. Além disso, tanto os patês quanto os produtos apresentados na forma de “pedaços ao molho” podem ser uma alternativa para aumentar a ingestão de água pelos gatos.

Mariana Fragoso Rentas

Por Mariana Fragoso Rentas

Back to top