O perigo dos chocolates para os pets

Com a chegada da Páscoa, é comum que as casas fiquem cheias de chocolates. Mas, para quem tem cães e gatos, é preciso atenção redobrada, já que esse alimento é altamente tóxico para eles. O chocolate é derivado das sementes do cacau, rico em metilxantinas, como a teobromina, que é a substância tóxica para os pets. A teobromina estimula a contração cardíaca e o sistema nervoso central, podendo levar à intoxicação e até a morte. Isso acontece porque os animais de estimação não metabolizam de maneira eficiente esse princípio ativo no fígado.

Dependendo do tipo do chocolate, a intoxicação pode ser ainda mais perigosa. Quanto mais amargo o chocolate, maior o teor de cacau e, portanto, maior a concentração de teobromina. Apesar das quantidades tóxicas da teobromina serem bem estudadas e conhecidas, a intoxicação do pet dependerá também de sua sensibilidade. Mas vale lembrar que nenhuma quantidade é segura. Para se ter uma ideia, a ingestão de 10 gramas de chocolate ao leite já é capaz de produzir sinais de intoxicação leve.

O perigo dos chocolates para os pets

Vale ressaltar que a intoxicação não se restringe apenas à ingestão do chocolate em si, mas também de produtos que contenham cacau, como colomba pascal e biscoitos. Os sinais de intoxicação são observados de 6 a 12 horas após a ingestão da guloseima e incluem vômito, diarreia, dor abdominal, respiração acelerada, hiperatividade, tremores e até sinais mais graves, como convulsões, coma e morte.

Então, deixe esses alimentos fora do alcance dos pets! Guarde dentro de armários e evite a intoxicação. Caso ocorra ingestão acidental, fique atento aos sinais e, dependendo da quantidade ingerida, leve ao médico-veterinário o mais rápido possível.

Lembre-se que os cães e gatos possuem hábitos e necessidades alimentares diferentes dos humanos. Caso queira lhes fazer um agrado na Páscoa, escolha alimentos destinados a eles e, se tiver dúvidas sobre o que é permitido oferecer, consulte um médico-veterinário nutrólogo ou um zootecnista especializado em nutrição de cães e gatos.

Por Fernanda Yamamoto e Marcio Antonio Brunetto

Junte-se a discussão

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to top